Antigo Testamento

Novo Testamento

PERSONAGENS ANÔNIMOS

Artigos E Curiosidades

Elimeleque – A responsabilidade de um Homem

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Uma questão que o homem cristão deve considerar em qualquer tempo é - “Seu Papel” como “Homem”. Esse “papel masculino” pode ser definido como: “Aquilo que as pessoas esperam naturalmente de um homem envolvido com a sociedade”. Ou seja, aquilo que a “natureza” masculina deve esboçar de forma natural. Um exemplo: “De um pássaro se espera que voe... Pois, é isso que se espera da sua natureza”; “De um peixe, que nade. Pois é isso que se espera de sua natureza”. Você já se perguntou o que “se espera de um homem cristão?”
Uma lista enorme pode ser apresentada: “Expectativas familiares, sociais, profissionais, espirituais, morais, etc.”. Mas, qual deve ser sua primeira preocupação? Penso que um “homem cristão” deve ter a preocupação de cumprir o papel que a Bíblia apresenta.
Então, nesses encontros veremos exemplos de homens na Bíblia, afim de que tenhamos uma boa referência para nossas próprias vidas com Deus e a família.
Nosso primeiro personagem é Elimeleque, marido de Noemi e pai de dois filhos Malom e Quiliom. Vamos a história desse personagem e nos perguntaremos novamente - “qual é o nosso papel”?

Rute 1.1-5
1. E SUCEDEU que, nos dias em que os juízes julgavam, houve uma fome na terra; por isso um homem de Belém de Judá saiu a peregrinar nos campos de Moabe, ele e sua mulher, e seus dois filhos;2. E era o nome deste homem Elimeleque, e o de sua mulher Noemi, e os de seus dois filhos Malom e Quiliom, efrateus, de Belém de Judá; e chegaram aos campos de Moabe, e ficaram ali.3. E morreu Elimeleque, marido de Noemi; e ficou ela com os seus dois filhos.4. Os quais tomaram para si mulheres moabitas; e era o nome de uma Orfa, e o da outra Rute; e ficaram ali quase dez anos.5. E morreram também ambos, Malom e Quiliom, ficando assim a mulher desamparada dos seus dois filhos e de seu marido.


Podemos fazer algumas perguntas:
1. O que Elimeleque tentou com a iniciativa de sair com sua família de um lugar difícil para um lugar aparentemente melhor?
2. O que deu errado?
3. Qual é a responsabilidade de um “pai de família”?
4. Até que ponto tenho direito de arriscar a vida da família para alcançar meus objetivos?
5. Observando o texto – Quais cuidados percebemos que Elimeleque não tomou?
6. Quais cuidados você tomaria ao levar sua família para uma aventura de trabalho?

Talvez encotremos aqui algumas das expectativas mais comuns que se criam da imagem de um “homem cristão”.Vamos tentar enumerar algumas:
1. O homem sustenta a casa;
2. O homem protege a casa;
3. O homem toma a iniciativa;
4. O homem é culpado da iniciativa tomada;
5. O homem é mantenedor.

Elimeleque parece ter agido impulsionado por seus instintos masculinos de “dar respostas práticas” a família. Mas, talvez o maior cuidado que Elimeleque deveria tomar, aparentemente, não tomou – Fazer uma oração.
Ao mesmo tempo que a preocupação com o papel que um homem deve cumprir diante de sua família o conduziu àquela atitude, o mesmo papel de um homem temente a Deus o fez errar.

Aprendemos algo com esse homem na busca do cumprimento do seu dever:
1. Nunca devemos passar nosso papel social a frente do papel de Deus de soberano sobre todas as decisões.
2. Nunca devemos entender que nossa tarefa pode desprezar o papel de Deus em nossas vidas.
3. Nunca devemos agir por impulso;
4. Nunca devemos agir por pressão;
5. Nenhuma dessas condições são maiores que nossa condição de servos. Então devemos agir por direção de Deus.

Podemos identificar algumas características que se relacionam a Moabe:
1. Moabe era uma fonte ilusória – Em momentos de crise alguns lugares parece “saltar aos nossos olhos” como melhor alternativa. Na sede, qualquer água suja parece ser melhor que a falta d’água! Mas, a terra de Moabe trouxe águas de morte.
2. Moabe era um atalho para conquistar - Aquele momento pareceu a Elimeleque uma grande oportunidade de driblar a escassez. Mas, há atalhos que nos fazem cortar caminho para problemas!
3. Moabe era fuga de desafios – Há momentos que, sem perceber, o que buscamos é fugir de desafios. Uma ilusão de que “fora do nosso campo de atuação” estaremos mais seguros permeia nossos pensamentos e nos sentimos mais seguros fugindo
4. Moabe era cemitério de sonhos – Observe que o lugar que buscava realizar sonhos foi o responsável pela morte deles! “Há caminho ao homem que parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte. ” Pv 14.12
5. Moabe é a terra que chama a atenção dos olhos - É interessante ver que, Elimeleque se guiou pelo “instinto” – Se guiou pelo que viu. Já vimos isso antes! O homem de Deus se guia pela fé e não pela vista.

De homem para homem
“Ainda que a proposta seja tentadora; Ainda que você esteja sendo pressionado; Ainda que a responsabilidade seja dura; Ainda que o desafio seja grande – Nunca decida sozinho – Compartilhe com Deus e peça Sua direção.”

Nenhum comentário

Postar um comentário

Últimas Postagens

Postagens Aleatórias

Postagens Mais Lidas