Antigo Testamento

Novo Testamento

PERSONAGENS ANÔNIMOS

Artigos E Curiosidades

ZEDEQUIAS, O REI QUE FICOU CEGO

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

O rei Nabucodonosor invadiu Jerusalém nos dias do rei Jeoaquim e o levou cativo para a Babilônia, junto com sua mãe, mulheres, filhos, oficiais do reino e todos os homens valorosos de Judá. Os utensílios da casa do rei e da casa do Senhor foram saqueados, quebrados e levados para a Babilônia. 
Foi uma grande tragédia!

No lugar do rei Jeoaquim, Nabucodonosor, estabeleceu o tio de Jeoaquim, Matanias, como rei vassalo, ou seja, Matanias não tinha qualquer autonomia para governar, era apenas um “agente” do rei de Babilônia, que mudou seu nome para Zedequias, que significa “Justiça do Senhor”. Parece irônico, mas Jeoaquim “pisou na bola” com Deus e por isso seu reino foi tomado pelos babilônicos e Nabucodonosor “batizou” Matanias com o nome “Justiça do Senhor”.

Zedequias nem estava na linha sucessória e foi alçado ao maior cargo político de Judá. Na época Zedequias era um jovem de vinte e um aninhos e se empolgou demais com o “cargo” e o texto resume o seu reinado desta forma: E fez o que era mau aos olhos do Senhor, conforme tudo quanto fizera Jeoaquim." (2 Reis 24:19).

Bom, para demonstrar toda a sua imaturidade, Zedequias se rebelou contra Nabucodonosor, o sujeito que fez dele rei de Judá e a coisa ficou negra de bolinhas escuras para ele. Nabucodonosor mandou sitiar Jerusalém e houve fome e fuga em massa de soldados, o próprio rei Zedequias tentou fugir, mas foi capturado e levado à presença de Nabucodonosor.

Nesse meio tempo, Deus levantou o profeta Jeremias para aconselhar Zedequias a se entregar e poupar sua vida, porém, além de não dar ouvidos a Jeremias, Zedequias ainda mandou encarcerar o homem de Deus. Além de aconselhar Zedequias, Jeremias revelou o que aconteceria ao último rei de Judá, leia: Também estenderei a minha rede sobre ele, e será apanhado no meu laço; e o levarei à babilônia, à terra dos caldeus, e contudo não a verá, ainda que ali morrerá. (Ezequiel 12:13).

A profecia de Jeremias dizia que Zedequias seria capturado, levado para a Babilônia, lá morreria, mas não a veria. Como alguém pode ser levado para um lugar, morrer lá, ou seja, ficou por lá algum tempo, mas não a ver? Não era confusão do profeta e o que aconteceu na sequencia provou isso.
A sentença de Zedequias foi muito cruel, ele assistiu seus filhos serem assassinados diante de seus olhos que, em seguida, foram furados. A última cena que Zedequias viu em vida foi a morte de todos os seus filhos. Depois disso ele foi atado com cadeias de bronze e levado para a Babilônia e a profecia de Jeremias se cumpriu literalmente.

Zedequias é um tipo de muitos cristãos dos últimos dias da Igreja sobre a face da terra. Muita gente está dentro das igrejas, mas como Zedequias, não tem legitimidade para ser chamado “filho de Deus”. Há muito joio no meio do trigo, muito lobo ostentando uma bela capa de cordeiro, muita gente que embora mencione o nome de Jesus, jamais o conheceu e foi o próprio Jesus quem disse isso, veja: Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. (Mateus 7:21).

Muitos cristãos dos últimos tempos nem cristão é e fica tateando, cego como Zedequias, sem conseguir enxergar que sem um encontro real com Jesus, não há salvação. Não basta se dizer cristão para ser salvo, não é o título que salva, mas a sincera conversão a Jesus, reconhecendo que Ele é Deus e o único Salvador. 


Fonte: sombradoonipotente.blogspot.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Últimas Postagens

Postagens Aleatórias

Postagens Mais Lidas