Antigo Testamento

Novo Testamento

PERSONAGENS ANÔNIMOS

Artigos E Curiosidades

JOSE DE ARIMATEIA - O AGENTE SECRETO DE DEUS

segunda-feira, 9 de março de 2015

E eis que aparece diante de Pilatos, um homem por nome José, senador, homem de bem e justo (Lucas 23:50) JOSÉ DE ARIMATÉIA foi um político, homem rico, viveu no tempo de Jesus. Era um discipulo secreto de JESUS, pois tinha medo de assumir publicamente que era amigo dele. Vivia com receio, evitava estar junto da multidão, por causa dos outros, não queria dar a impressão de ser cristão. Depois disto, José de Arimatéia (o que era discípulo de Jesus, mas oculto, por medo dos Judeus) rogou a Pilatos que lhe permitisse tirar o corpo de Jesus. E Pilatos lho permitiu. Então foi e tirou o corpo de Jesus. (João 19:38) Um cristão agente secreto de Deus daquela época, ninguém sabia que ele tinha intimidade com Jesus, com medo dos fariseus, vivia de forma religiosa, gostava de ouvir as mensagens de Jesus, mas tinha pouca fé para crer em tudo que o mestre dizia. Mas ele agiu, a tarde após a morte de Jesus, imediatamente se dispor a fazer algo - E, vinda já a tarde, chegou um homem rico, de Arimatéia, por nome José, que também era discípulo de Jesus. (Mateus 27:57) Seu nome é mencionado nos 4 evangelhos, após a morte de Jesus, ele começa a agir de forma discreta, sem deixar pistas de ser realmente um seguidor de Cristo, sempre na moita. Não é só hoje que encontramos muitos cristãos agente secretos por aí, que não assumem Jesus em suas atitudes, comportamentos e ações, preferem ficar em silencio, isolados, ninguém sabe que são cristãos. Eles tem receio de assumirem que são discipulos, por medo de chacotas e humilhações, se envergonham de dizer que são cristãos Jesus disse na época, que isso era provável, muitas pessoas seriam capazes de se envergonhar dele: (Marcos 8:38) Após a morte de Jesus, José de Arimatéia, o nobre senador, talvez um fazendeiro ou empresário também que tinha boas condições financeiras, foi e comprou um tumulo novo, para depois pedir o corpo de Jesus as autoridades romanas da época, para lhe dar um lugar digno, num lugar melhor, numa área de conforto, com maior visibilidade, assim ele investiu dinheiro alto, para homenagear um morto Chegou José de Arimatéia, senador honrado, que também esperava o reino de Deus, e ousadamente foi a Pilatos, e pediu o corpo de Jesus. (Marcos 15:43) Para José de Arimatéia tudo tinha acabado ali, Jesus não estaria mais no meio dos vivos, agora só resta homenageá-lo, como um martir, um homem bom e justo que simplesmente deixou sua marca na história. "Um tumulo novo, para homenagear a morte de Jesus" esse foi seu pensamento, ele quis honrá-lo, nem cogitou em seus pensamentos a possibilidade de Jesus poder voltar a vida. Silenciosamente, José de Arimatéia, de forma cautelosa, abre seu coração para falar de Jesus, mas de forma bem discreta, apenas para homenagea-lo, como faz a maioria dos religiosos de nossa época também. Sigilosamente e religiosamente As atitudes mostram a nossa fé, parece bonito, um cara compra um tumulo caro, num lugar bonito, um linda homenagem, mas não tinha fé nenhuma, não tinha convicção da ressureição de Cristo. Muitos tem a mesma atitude de fé, fazem coisas bonitas para agradar a religião, para se sentirem realizadas, pensando estarem causando uma boa impressão para Deus Na época só quem tinha muito dinheiro, conseguia um tumulo bom, num lugar mais aconchegante, num ambiente mais bonito, era um lugar só para ricos, somente reis, autoridades políticas, pessoas com condições financeiras tinha poder para comprar túmulos novos naquele lugar. "O SENADOR - GASTOU MUITO DINHEIRO COM UM TUMULO NOVO, NÃO TINHA FÉ SUFICIENTE PARA CRER QUE EM APENAS 3 DIAS JESUS NÃO ESTARIA ALI, NAQUELE LUGAR CARÍSSIMO". Para que gastar muito dinheiro com um tumulo que ficaria vazio em 3 dias, ele deveria ter ouvido que Jesus ressuscitaria, mas sua fé não era suficiente para crer, gastou muito dinheiro, e não confiou nas mensagens de Jesus Muitos são como José de Arimatéia, vivem apenas de forma religiosa, acreditam em Jesus, participam de igrejas, faz penitencias, sacrifícios, gastam muito dinheiro com velas e amuletos, orações repetitivas, achando isto ser digno de louvor a Deus, acham que precisa fazer isso, comemoram a morte de Jesus, faz procissão, olha ele na cruz, nos crucifixos, fazem o sinal da cruz, beija ele morto, mas isso é só religiosidade.][Jesus dá um aviso aos religiosos, Deixa os mortos sepultarem seus mortos:Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu vai e anuncia o reino de Deus. (Lucas 9:60) Quem não crê na morte e ressureição de Jesus vivem como mortos, pessoas mortas espiritualmente que não tem convicção de que Jesus está vivo no meio de nós, através do Espírito Santo, enquanto Jesus quer agir no meio de nós, muitos ficam atrás da religião, para encontrar um ponto de contato Algumas religiões até incentivam seus memnbros a estudarem muito as Escrituras e exaustivamente viver um conjunto de doutrinas, para se conseguir viver no Reino que ainda está por vir. Estão mortos em sua própria religião, tentando alcançar a vida eterna, amarrados em doutrinas dificeis de praticar, enquanto Jesus oferece um evangelho puro e simples de viver, basta apenas espalhar o amor, a justiça e a misericordia Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; (João 11:25) Creia e viva em amor com seus semelhantes de maneira sábia, com retidão, justiça e honestidade pregando o reino de Deus na prática, assumindo de vez o compromisso de ser realmente um "agente ativo" seguidor de Cristo.


*Fonte: www.aproveitandoasoportunidades.blogspot.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Últimas Postagens

Postagens Aleatórias

Postagens Mais Lidas