Antigo Testamento

Novo Testamento

PERSONAGENS ANÔNIMOS

Artigos E Curiosidades

Acã, o perigo do pecado encoberto

quarta-feira, 27 de agosto de 2014



[Por meio dum jogo de palavras, relacionado com Acar, significando “Causador de Banimento (Dificuldade)”].

O filho de Carmi, da casa de Zabdi, da família de Zerá, da tribo de Judá; também chamado Acar. — 1Cr 2:7.

Quando os israelitas cruzaram o Jordão, Deus ordenou explicitamente que os primeiros frutos da conquista, a cidade de Jericó, “tem de tornar-se algo devotado à destruição; . . . pertence a Deus”. Sua prata e seu ouro deviam ser entregues ao tesouro de Deus. (Jos 6:17, 19) Acã, contudo, ao encontrar um manto caro de Sinear, um lingote de ouro, de 50 siclos (valendo uns US$ 6.400), e 200 siclos de prata (US$ 440), enterrou-os secretamente embaixo da sua tenda. (Jos 7:21) Realmente, roubara de Deus! 
Por causa desta violação das instruções explícitas de Deus, quando Ai, a próxima cidade, foi atacada, Deus reteve sua bênção, e Israel foi posto em fuga. Quem era culpado? Ninguém confessou. Todo o Israel foi então colocado em julgamento. Tribo por tribo, daí, família por família da tribo de Judá, e, finalmente, homem por homem da casa de Zabdi, passaram perante Deus, até que Acã “foi selecionado”. (Jos 7:4-18) Somente então ele admitiu seu pecado. A execução seguiu-se prontamente. Acã e sua família (que dificilmente desconhecia o que ele havia feito), e seu gado, foram primeiramente apedrejados até morrerem, e então queimados, junto com todos os seus bens, no vale de Acor, que significa “Banimento; Dificuldade”. — Jos 7:19-26. 
Fonte: http://bibliotecabiblica.blogspot.com.br/2009/07/estudo-biblico-aca.html

Nenhum comentário

Postar um comentário

Últimas Postagens

Postagens Aleatórias

Postagens Mais Lidas